A tecnologia está cada vez mais presente na sala de aula, certo? Por isso, o professor que deseja se destacar e garantir um ensino diferenciado aos alunos precisa, estrategicamente, tirar proveito dos avanços tecnológicos. Não há dúvidas de que, hoje em dia, as aulas precisam ser mais voltadas para a realidade do aluno, fugindo do modelo tradicional em que se usava apenas livros didáticos e cadernos.

O fato é que o próprio setor da educação está evoluindo e os professores devem acompanhar essa evolução buscando, principalmente, ferramentas educacionais que motivam os alunos e aumentam as possibilidades de aprendizagem.

Afinal, os estudantes dessa nova era têm muito mais interesse em aulas com efeitos tecnológicos do que no modelo tradicional centrado no livro didático. Logo, para ter produtividade e alcançar os alunos é preciso desenvolver atividades mais interessantes, desafio que é um prato cheio para a tecnologia.

Existem inúmeras ferramentas tecnológicas disponíveis no mercado e ideais para todo tipo de professor, independentemente da disciplina ou área de pesquisa. Confira 4 dicas de ferramentas que vão otimizar o ensino e tornar as suas aulas mais participativas e produtivas. Boa leitura!

1. Evernote: mais organização e acessibilidade

Esse é um aplicativo muito útil tanto para os professores quanto para os alunos. Além de ser gratuito, pode ser utilizado em tablets, celulares e computadores e foram padronizados para atender a equipamentos com Windows, iOS e Android. Ou seja, não há desculpas para não utilizar esse aplicativo.

Os professores se beneficiam porque a ferramenta facilita a organização de seus materiais e os alunos porque transforma os dispositivos em eficiente plataforma de estudo. No Evernote, é possível inserir arquivos, tirar fotos, criar listas de tarefas, armazenar documentos, entre várias outras funções. O professor poderá deixar os materiais que foram utilizados em sala sempre disponíveis para posterior consulta dos alunos.

Aquele trabalho de ter que acumular uma pilha de papéis na mesa de estudo ficou no passado, já que é possível digitalizar todos os documentos e guardar no Evernote. E para acessá-lo de qualquer dispositivo, o usuário só terá que criar uma conta inserindo e-mail e senha. Prático, não é mesmo?

2. Voki: mais interação com os alunos

Sabe aquele recurso que torna a aula mais atraente e interativa? O Voki é um deles! Trata-se de uma ferramenta que prende a atenção do aluno, pois permite a criação de um avatar que poderá ser disponibilizado na internet utilizando a própria voz do aluno. É possível utilizar as próprias características do usuário ou até mesmo criar outras formas.

Uma grande utilidade do Voki é que ele pode ser utilizado até para apresentações em sala de aula. Sem contar que ele é um recurso muito importante para o aprendizado de língua estrangeira. Por isso, é tão comum nas aulas de idiomas. E é muito fácil criar um avatar: basta fazer um cadastro no site voki.com e deixar a imaginação fluir.

3. Jing: captura e compartilhamento de imagens

Esse é um aplicativo que possibilita a captura de imagens ou vídeos de tudo o que o usuário faz no computador, viabilizando o compartilhamento direto desses materiais via Facebook, Twitter e Flickr. É também uma ferramenta gratuita e de fácil manuseio.

O Jing é ótimo para que os alunos aprendam a tirar screenshots como imagens e fazer gravações de até 5 minutos. E, claro, é perfeito para os professores gravarem a tela do computador enquanto ensinam algo, podendo compartilhar o conteúdo depois de pronto, sem precisar salvar no computador.

4. Skype: essencial para atividades a distância

O Skype é um software essencial para aulas realizadas a distância, uma vez que permite a comunicação por meio de conexões de vídeo e de áudio. Uma vantagem do Skype é que diversas pessoas podem ser incluídas, portanto é uma ferramenta que os professores podem utilizar para criar grupos de discussão.

É importante ressaltar que ferramentas como essas proporcionam aos estudantes a oportunidade de interagir e de se expressar de forma espontânea.

E aí, o que achou do post? Gostou das dicas? Conhece outras ferramentas tecnológicas que podem contribuir para a melhoria do ensino-aprendizagem? Então, deixe o seu comentário e compartilhe as suas ideias sobre esse tema. É sempre bom ouvir você!

English EN Portuguese PT Spanish ES