O que é Simulação Gerencial?

Imagine o cotidiano de uma empresa. Precisamos providenciar recursos como máquinas, insumos, pessoas, crédito, clientes… Como saber se estamos no caminho correto? Precisamos estar atentos aos sinais que vão surgindo, saber interpretá-los e, assim, fazer nossas escolhas. Assim é no mundo real, assim é no ambiente de Simulação Gerencial.

A Simulação Gerencial, também conhecida como jogos de empresas, pode ser utilizada em cursos de diversas áreas de formação profissional, com o propósito de promover o conhecimento sobre empreendedorismo e gestão de negócios. É muito comum ofertar aos alunos a possibilidade de utilizar os jogos como uma atividade complementar ou de extensão.

Como atividade complementar

A instituição cria uma disciplina presencial ou a distância de 20 a 40 horas/aula especialmente para essa finalidade. Além de contribuir com a aprendizagem, com a conclusão das atividades complementares obrigatórias dos alunos, cria uma excelente oportunidade de negócio para a instituição de ensino. Empresas como a Simulare, que oferece esse tipo de jogo, fica responsável por gerenciar os jogos e auxiliar tutores internos ou professores a tirar dúvidas dos alunos.

Esta atividade contribui para que os alunos consigam completar o número de horas previstas no currículo.

A indicação desta atividade é especialmente relevante, também, como exercício preparatório para o uso do simulador em disciplinas obrigatórias de jogos de empresas e simulação gerencial, quando o jogo será mais complexo e desafiador. A recomendação é, pois, que se utilize um jogo mais simples, ao ofertar como atividade complementar, nesta fase preparatória.

Sugestão para criar a disciplina:

  • Criar grupos de trabalho com, no máximo, 50 alunos. Esse número possibilita formar um único jogo por grupo.
  • Definir as regras da dinâmica (número de rodadas, carga horária, forma de participação, avaliação, certificados, etc.).
  • Propor um cronograma para simulação das rodadas.
  • Definir a taxa de inscrição ou matrícula. A IE poderá cobrar, por exemplo, 3 parcelas de R$ 20,00, por aluno, gerando uma receita de R$ 240,00 por empresa (equipe).

Você pode consultar as empresas especializadas nesse tipo de jogo para esclarecer melhor a dinâmica e como você pode organizar seus recursos e equipe para lidar com a disciplina.

Presencial ou EAD?

Tanto faz. Antigamente os simuladores gerenciais eram softwares que precisavam ser instalados em máquinas o que dificultava o trabalho, em especial, quando a dinâmica era realizada a distância. Atualmente, entretanto, a maioria dos ambientes é 100% online facilitando, portanto, a interação entre tutores, professores e alunos.

Com um bom cronograma e material didático adequado fica bem fácil trabalhar com o simulador. Procure empresas que tenham esse material e equipe especializada para ajudar a criar o programa. Se possível, peça cases de sucesso e entenda como outra instituição trabalhou com a atividade complementar.

Emissão de Certificados

A Instituição pode emitir certificados para os alunos que participaram efetivamente das atividades. Os jogos da Simulare, por exemplo, oferecem a possibilidade do professor gerar os certificados dos alunos de forma personalizada pela própria plataforma.

Se você gostou deste post, assine a newsletter e receba novidades por e-mail!

Veja também: