Para que a formação de líderes seja, de fato, eficiente, é preciso proporcionar um olhar com dimensão que vá muito além do conhecimento teórico. Isso porque, dentro da perspectiva atual, esse ramo não abre espaço para se testar conhecimentos. Os profissionais precisam chegar prontos para a resolução de problemas do dia a dia.

Na gestão de empresas, algumas competências como tomada rápida de decisões, solução de conflitos e trabalho em equipe são imprescindíveis. Por isso, as técnicas inovadoras com propostas de desafios práticos podem ser bastante eficientes.

Se você quer conhecer as vantagens de utilizar metodologias capazes de estimular a aprendizagem com dinamismo e exercício práticos, confira nosso artigo de hoje!

1. Contribui para uma aprendizagem personalizada

Se antes, o modelo de educação baseava-se exclusivamente na transmissão do conhecimento pelo professor, com pouca participação ativa dos alunos, agora essa realidade caminha para a mudança. Novos métodos de ensino com dinâmicas tecnológicas vêm sendo amplamente discutidos e aplicados para uma aprendizagem mais eficaz.

Nessa perspectiva, tanto as habilidades como as limitações de cada aluno são tradadas de forma personalizada, individual. Essa visão, uma vez colocada em prática, dá oportunidade de maior vivência às atividades propostas, com resultados bons ou ruins. Mas não é exatamente assim que aprendemos, a partir das próprias experiências?

Então, o mesmo se aplica à formação de líderes. É promovendo debates, jogos e problematizações que esses novos profissionais serão capazes de aprender com os erros, tomar decisões eficientes e trabalhar em equipe. Isso porque, embora o olhar seja singular, o que se pretende são melhores resultados de toda a equipe.

Vale destacar que nem todos os alunos têm o mesmo ritmo de aprendizagem. Porém, isso não significa traçar um perfil de sucesso ou fracasso. Com os estímulos devidos, cada aluno por ser autor do seu conhecimento, construindo várias possibilidades para alcançar melhores níveis de eficiência.

Para uma boa liderança, esse método é infalível. Assim, a formação ou mesmo especialização na vida profissional poderá ser significativa, com problematizações e superações dos próprios limites.

2. Dispõe da modalidade EAD que dá maior autonomia

A modalidade de Educação a Distância (EAD) também vem se propagando a passos largos junto com os avanços tecnológicos. Ao mesmo tempo que ela propõe uma aprendizagem independente, ela determina prazos e critérios para a realização de atividades.

Sendo assim, é possível notar que o método constrói autonomia, mas com gerenciamento do tempo, por exemplo. Por isso, essa modalidade tem sido também utilizada como um recurso auxiliar na formação de novos líderes.

Para a resolução de problemas, é preciso traçar metas, ter organização e tudo dentro de um tempo hábil. Como podemos perceber, são as mesmas características proativas que um líder precisa ter. Tanto que essa modalidade tem invadido a área de gestão de empresas.

EAD para empresas

Entre os vários tipos de Educação a Distância, os cursos corporativos vêm se destacando no mercado para a capacitação de colaboradores de acordo com objetivos da empresa.

Essa modalidade tem contribuído para a formação de novos líderes em tempo reduzido, com maior eficiência e redução de custos. Afinal, além de deter características básicas para desenvolver a autonomia nos seus participantes, a EAD tem um custo menor em comparação com o curso presencial.

Ensino Híbrido

Nem sempre a EAD precisa ser um recurso isolado. Um bom exemplo disso é o modelo de educação híbrida, em que são utilizadas ferramentas tecnológicas online e dinâmicas presenciais.

Por meio dela, os alunos são convidados a participar de uma plataforma online com desafios, resolução de problemas e busca do conhecimento com pesquisas paralelas. A técnica reúne também encontros presenciais para a realização de debates entre grupos e tiradas de dúvidas.

3. Possibilita viver a prática com a simulação de negócios

Atualmente, um profissional de gestão de negócios precisa ter várias competências para ser bem-sucedido em uma empresa: flexibilidade, capacidade de interação, criatividade e soluções rápidas. Com isso, a formação de líderes precisa ser eficiente, com dinâmicas que promovam a integralidade do indivíduo.

Dessa forma, os jogos empresariais entram em cena como excelente técnica para uma aprendizagem efetiva. Eles simulam a prática com níveis de dificuldades comuns ao dia a dia dos negócios. Assim, os alunos têm a oportunidade de vivenciarem a rotina de várias áreas empresariais.

Isso porque os simuladores imitam situações de empresas de pequeno, médio e grande porte, comerciais e industriais assim como prestadoras de serviços. Além disso, áreas de gestão, financeira e de recursos humanos são alguns exemplos de experimentação pelos simuladores.

Eles atuam como espécies de laboratórios, para aplicação dos conhecimentos teóricos e científicos de forma prática. Outra característica dos jogos empresariais é a possibilidade de participação em equipe e tempo de duração que varia de horas a meses. São problematizações muito próximas das reais.

Como esses jogos são desenvolvidos?

Os simuladores de negócios são aplicados por meio de jogos online, desenvolvidos com o mínimo de complexidade digital. Portanto, eles podem ser baixados sem a necessidade de softwares especializados ou mesmo uma configuração avançada, certo?

Além disso, essa técnica é caracterizada pelo baixo investimento se comparado aos cursos de especialização na área empresarial. Isso faz dos jogos uma boa metodologia na formação de líderes, com maior capacidade de lidar como os momentos de crise e conflitos em uma empresa.

Por que eles são eficazes?

Exatamente pela semelhança com a realidade dos negócios sem apresentar o risco real. Afinal, nessa etapa é possível errar e tentar novamente até acertar. E o melhor, sem resultar em prejuízos ou perda de tempo, o que seria desastroso no mundo dos negócios.

Portanto, ao fim dos jogos, certamente, os participantes estarão mais preparados para lidar com os desafios profissionais. Isso significa que, embora recém-formados, esses novos líderes poderão ser bem-vindos em uma empresa, pois terão maiores chances de acertos diante das situações reais.

4. Evidencia o modelo 70/20/10 na formação de líderes

Bom, uma característica tem se mostrado bastante comum aos vários métodos inovadores: a possibilidade de aprendizagem por meio da experimentação. Pois saiba que essa técnica comprova o que alguns pesquisadores já defendiam quando criaram o modelo 70/20/10.

Essa sequência está respectivamente ligada à capacidade de aprendizagem da seguinte forma:

  • 70% relacionados aos desafios profissionais praticados no dia a dia de trabalho, com dificuldades, metas e prática de repetições;
  • 20% resultado da interação com outras pessoas, observando como algo é feito pelos colegas;
  • 10% corresponde ao aprendizado na sala de aula propriamente dito, ao modelo mais tradicional, sem participação e experimentação.

Por isso, está aí mais uma grande vantagem em utilizar metodologias que mobilizem os alunos na própria busca desse conhecimento. Então, conforme podemos ver, as técnicas capazes de promover maior participação ativa dos educandos se tornam mais eficazes ao longo da formação.

Agora você tem motivos de sobra para investir em metodologias inovadoras na formação de líderes, não é mesmo? Afinal, são iniciativas que incentivam a prática e uma aprendizagem efetiva! Se gostou do nosso artigo, que tal entrar em contato conosco e obter mais informações sobre essas vantagens?

English EN Portuguese PT Spanish ES